Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Os substratos para a produção de mudas geralmente são formados por misturas de solo local com matéria orgânica (composto vegetal e/ou esterco curtido bovino ou caprino). Também é comum a adição de uma fonte de fósforo solúvel, de potássio, e de micronutrientes.

No projeto Caatinga, a etapa inicial de prospecção sobre nutrição das mudas consiste na realização de experimentos com diferentes formulações de substratos com adição de superfosfato simples (300 mg dm-3), micronutrientes (70 mg dm-3), e composto orgânico (0,25 dm3 dm-3) ao solo, nas várias combinações possíveis.

As plantas são acompanhadas por um período de até 120 dias, com medições frequentes de altura e diâmetro do colo, e ao final do período experimental, a determinação da massa, da área foliar e de outros parâmetros de crescimento que exigem o abate das plantas.

O projeto Caatinga já realizou estudos com substratos com as seguintes espécies:

  • Cumaru
  • Juazeiro
  • Jurema-Branca
  • Jurema-de-Embira
  • Jurema-Preta
  • Mofumbo
  • Trapiá

 

17 de dezembro de 2018. Visualizações: 383. Última modificação: 24/04/2019 14:46:01