Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Capacidade de crescimento

As mudas de Angico se desenvolvem bem no viveiro, sendo sua formação relativamente fácil. Em campo o crescimento é satisfatoriamente rápido.  A semeadura direta também pode ser efetuada em recipiente ou na cova definitiva  (MAIA, 2004).  De acordo com Oliveira (2016), a condução de mudas em viveiro de Anadenanthera colubrina, deve ocorrer a pleno sol. Quanto ao tempo de permanência em viveiro, as mudas estarão prontas para o plantio em campo cinco meses após a semeadura, podendo responder bem à adubação nitrogenada.

 

Referências

  1. MAIA, G. N. Caatinga: árvores e arbustos e suas utilidades. 1. ed. São Paulo: D & Z Computação Gráfica e Editora, 2004. 413p.
  2. OLIVEIRA, M. C. Manual de viveiro e produção de mudas: espécies arbóreas nativas do Cerrado. 2. Ed. Brasilia, DF: Rede de Sementes do Cerrado, 2016. 124p.
11 de abril de 2019. Visualizações: 517. Última modificação: 13/03/2020 12:01:30