Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Para produção de mudas de P. stipulacea, a semeadura pode ser indireta em bandejas plásticas contendo mistura de solo (extraído de área de caatinga) e húmus na proporção volumétrica de 3:1. Esta etapa do processo de produção de mudas é conduzida em casa de vegetação e devem ser realizadas irrigações diárias, por meio de micro-aspersão e nebulização, sempre na mesma quantidade em todas as bandejas, para manter a umidade. Após atingirem 5 cm de altura (15 dias após semeadura), as plântulas são transplantadas para sacos de polietileno preto-opaco de 15 x 25 cm com perfurações laterais e substrato contendo solo de caatinga e húmus na proporção volumétrica de 2:1 (FERREIRA et al., 2012).

 

Referências

  1. FERREIRA, W. N. et al. Crescimento inicial de Piptadenia stipulacea (Benth.) Ducke (Mimosaceae) e Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan var. cebil (Griseb.) Altshul (Mimosaceae) sob diferentes níveis de sombreamento. Acta Botânica Brasílica, Belo Horizonte v. 26, n. 2, p. 408-414, 2012.
11 de abril de 2019. Visualizações: 517. Última modificação: 30/03/2020 15:07:08