Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

O teste de coloração em micorrizas é realizado para verificar a colonização dos fungos micorrizicos arbusculares nas raizes das plantas, indicando se houve formação de interação mutualística entre fungo e planta. O procedimento (ver imagens abaixo) consiste na descoloração de fragmentos de raízes em solução de KOH 10% por 30 minutos à 90°C e em seguida em HCl 0,3M por 30 minutos. Após descoloração, os fragmentos de raizes são imersos em corante azul de tripano 0,1% por 8 minutos a 90°C. Os fragmentos já coloridos são mantidos em glicerol 50% até o preparo das lâminas (GONÇALVES et al., 2016).

Raízes lavadas para descoloração.
Raízes em KOH 10% a 90ºC.
Raízes em HCl 0,3M (temperatura ambiente).
Raízes em corante azul de tripano em aquecimento.
Raízes submersas em glicerol 50%.
Raízes de Enterolobium contortisiliquum em lâminas para observação em microscópio óptico.
Hifas micorrizicas em raízes de Enterolobium contortisiliquum.
Hifas micorrizicas em raízes de Enterolobium contortisiliquum.
Esporos micorrízicos colonizando raízes de Enterolobium contortisiliquum.
Esporos micorrízicos (em germinação) colonizando raízes de Brachiaria decumbens.
Esporo micorrízico em germinação.

 

Referências

  1. GONÇALVES, A. B. S.; GOMES, E. A.; LANA, U. G. P.; SOUSA, S. M.; GUIMARÃES, C. T.  Estabelecimento de metodologia para análise e quantificação da colonização por fungo micorrízico arbuscular em milho. In: XXXI Congresso Nacional de Milho e Sorgo; 2016; Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul.
12 de agosto de 2018. Visualizações: 545. Última modificação: 14/03/2019 17:06:58