Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Projeto Caatinga possui uma equipe responsável pelo acompanhamento fenológico de indivíduos arbóreos de 15 espécies nativas do bioma Caatinga. A fenologia estuda os eventos biológicos que se repetem ao longo do ano e que resumem o ciclo de vida das plantas. Tais eventos são chamados de fenofases: floração, frutificação, desfolhamento e brotação. O acompanhamento fenológico de espécies arbóreas, que deve ser realizado por no mínimo 1 ano, possibilita a identificação (ocorrência) e a quantificação (intensidade) das fenofases permitindo assim um melhor entendimento dos processos que ocorrem na comunidade florestal.

O produto de acompanhamentos fenológicos são os calendários fenológicos que permitem, por exemplo, planejar atividades de coleta de sementes para produção de mudas.

A coleta de dados em campo segue o seguinte protocolo:

  • Visitas a campo para determinação dos indivíduos a serem acompanhados, tendo como critério de escolha, árvores vigorosas;
  • Escolha de 10 indivíduos por espécie;
  • Sistematização dos indivíduos utilizando distância “mínima” de 20m um do outro.
  • Coleta de dados primários de cada indivíduo:
    • Localização com o auxílio de um Sistema de Posicionamento Global (GPS);
    • Diâmetro a altura do solo (DAS – medido 30 cm acima do solo);
    • Altura total (Ht); e
    • Área de copa (Ac).
  • Marcação das árvores selecionadas com fitas de cor bem visível em meio à vegetação;
  • Coleta de dados fenológicos:
    • Escolha de dois galhos, com o auxílio de uma bússola, referente a cada ponto cardeal (Norte, Sul, Leste e Oeste), em que um galho estará disposto na parte inferior da copa e o outro na parte superior da copa, sendo sua escolha de forma aleatória;
    • Observações quinzenais (organizar cronograma);
    • Fenofases observadas: Floração, frutificação, desfolhamento e brotação;
    • Critério na coleta de dados das fenofases Floração e frutificação serão os mesmos, onde haverá a contagem em relação à quantidade real, para cada galho selecionado (uso de binóculo para flores pequenas ou localizadas em galhos altos), referente a cada evento fenológico.
    • Critério na coleta de dados das fenofases desfolhamento e brotação baseados na intensidade do evento fenológico, expressa em porcentagem (subjetivo).
    • Uso de formulários específicos.
27 de dezembro de 2018. Visualizações: 376. Última modificação: 23/01/2019 15:41:57