Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Capacidade de crescimento

A propagação de mudas de Pereiro é via seminífera (LORENZI, 1998). Segundo Ferreira e Cunha (2000), na fase muda o pereiro pode ser caracterizado pelo caule verde-escuro com lenticelas, superfície pilosa, formato cilíndrico. A raiz principal é de coloração parda bem desenvolvida, com ramificações secundárias e terciárias.O Projeto Caatinga realizou diversos experimentos com o Pereiro e entre eles podemos citar Tavares et al. (2019), que avaliando o tempo de produção de mudas submetidas à diferentes níveis de sombreamento, contataram que mudas sombreadas a nível de 30% obtiveram menor tempo de viveiro quando comparado aos outros níveis de sombreamento experimentados (0, 50% e 70%), tendo como parâmetro de qualidade à altura das mudas. As mudas mantidas em pleno sol levaram mais tempo para atingir altura satisfatória.

 Referências

 FERREIRA, R.A.; CUNHA, M. C. L. Aspectos morfológicos de sementes, plântulas e desenvolvimento da muda de Craibeira (Tabebuia caraíba (Mart.) Bur.) – Bignoniaceae e Pereiro (Aspidosperma pyrifolium Mart.) – Apocynaceae. Revista Brasileira de Sementes, vol. 22, n° 1, p. 134-143, 2000.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 2. ed.  Nova Odessa, SP: Editora Plantarum, 1998. 21 p.

TAVARES, M. B.; FLORÊNCIO, A. C.; OLIVEIRA, F. V. L.; NASCIMENTO, C. M.; DOMBROSKI, J. L. D. Tempo de produção de mudas de Pereiro (Aspidosperma pyrifolium Mart. & Zucc.), submetidas à diferentes níveis de sombreamento. In: IV CONGRESSO INTERNACIONAL DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS, COINTER – PDVAgro, 2019, Recife. Anais eletrônicos… Disponível em: <https://cointer.institutoidv.org/inscricao/pdvagro/uploadsAnais2020/TEMPO-DE-PRODU%C3%87%C3%83O-DE-MUDAS-DE-PEREIRO-(Aspidosperma-Pyrifolium-Mart.-&-Zucc.),-SUBMETIDAS-%C3%80-DIFERENTES-NIVEIS-DE-SOMBREAMENTO.pdf> Acesso em: 25 jun 2020.

13 de agosto de 2020. Visualizações: 100. Última modificação: 13/08/2020 11:41:21