Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Porte, forma da copa, cor e hábito de crescimento

O tamanho das árvores de craibeira varia de 10 a 30 metros, sendo menor no cerrado. Com ramos grossos, tortuosos e compridos, a craibeira possui copa alongada e alargada na base. O tronco é tortuoso com casca grossa, Em relação ao regime de luz, a Craibeira é uma planta adaptada ao crescimento em ambiente aberto ou exposto à luz direta. A espécie prefere solos úmidos, com drenagem lenta e geralmente não muito ondulados (LONGHI, 1995).

Características vegetativas

  • Caule e casca

A Craibeira possui tronco tortuoso e sua casca externa é grossa e estriada.

Casca externa de indivíduo de Craibeira.

  • Folhas

As folhas da Caraibeira são compostas digitadas com 3-7 folíolos  glabros e subcoriáceos. As plântulas da espécie confundem pois apresentam folhas simples.

Folha composta digitada de indivíduo adulto de Craibeira.

  • Flor e inflorescência

As flores da Craibeira são típicas das Bignoniaceaes , ou seja, tubulosas e gamopétalas. Diferente dos Ipê’s as flores amarelas das Craibeiras começam a aparecer quando a copa ainda possui folhas.

Flor (A) e inflorescência (B) da Craibeira.

  • Fruto

O fruto da Craibeira é uma cápsula cilíndrica deiscente.

Frutos de Craibeira em diferentes fases de abertura.

Sementes de Craibeira

 

Referências

  1. CAMPINHOS JR., E.; IKEMORI, Y. K. Nova técnica para produção de mudas de essências florestais, IPEF, Piracicaba, v. 23, p. 47-52, 1983.

 

 

19 de dezembro de 2018. Visualizações: 2195. Última modificação: 14/09/2020 11:04:49