Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

Para a produção de mudas de Timbaúba, antes da semeadura, as sementes devem ser escarificadas para aumentar a percentagem de germinação. Em seguida elas devem ser semeadas em canteiros ou embalagens individuais mantidas em ambiente semi-sombreado e contendo substrato organo-arenoso. A próxima etapa será cobri-las com uma camada de 0,5 cm do substrato peneirado e irrigar duas vezes ao dia. A emergência ocorrerá entre 10 a 20 dias com índice de germinação superior a 25%. As mudas ficam prontas para o plantio definitivo 4 a 6 meses após a semeadura. O desenvolvimento das plantas em campo é extremamente rápido (LORENZI, 2008). Mudas de timbaúba apresentaram resultados superiores em substratos que continham esterco bovino misturado ao solo e a casca de arroz (ARAÚJO e PAIVA SOBRINHO, 2011).

Referências

  1. LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil. 5. ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum. 2008. 384 p.
  2. ARAÚJO, A. P.; PAIVA SOBRINHO. Germinação e produção de mudas de tamboril (Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong) em diferentes substratos. Revista Árvore, Viçosa, v. 35, n. 3, p. 581-588, 2011.
11 de abril de 2019. Visualizações: 401. Última modificação: 05/04/2020 08:49:51