Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Projeto Caatinga

MÉTODO DAS PARCELAS

Foram feitos caminhamentos aleatórios em uma das áreas de interesse da Petrobrás, com vegetação homogênea. Dentro das 25 parcelas alocadas para o levantamento florístico e fitossociológico foram coletados os seguintes dados de todas as espécies com DAP maior do que 1 cm: diâmetro a altura da base (DBH), diâmetro a altura do peito (DAP), altura total, altura do fuste e diâmetro da copa. A maioria das espécies foi identificada e exsicatas serão enviadas para o herbário central da UFERSA em caso de dúvida na identificação. Exemplares de material vegetal de todas as espécies estão sendo coletados. Serão elaboradas curvas de regressão com base em modelos disponíveis na literatura, como Spurr, Naslund, Schumacher e Ogaya. Também podem ser elaborados modelos polinomiais. Outros modelos podem ser produzidos. Os modelos serão ajustados pelo método de Levenberg-Marquardt ou outro, sendo escolhidos com base no coeficiente de regressão, na raiz do quadrado médio do erro, no coeficiente de variação do erro, e no índice de Furnival. Serão elaborados modelos não específicos da mesma forma.

IMAGENS DE SATÉLITE

O grupo de análise de imagens e georreferenciamento é responsável pela análise de imagens de satélite e determinação da biomassa e dos estoques de carbono por imagens nas áreas trabalhadas pelo grupo de florística e fitossociologia. Esses estudos serão validados por mensurações in situ, também feitas pelo grupo de florística e fitossociologia.

26 de março de 2019. Visualizações: 185. Última modificação: 26/03/2019 15:56:03